sábado, 16 de fevereiro de 2013

A Esquina - Capítulo 24

Rodrigo não diz nada. Dá as costas para Flávia e, como se tacitamente lhe dissesse para entrar e o seguir, põr-se a andar de volta para o seu quarto. Compreendendo-o, ela fecha a porta por dentro e vem. Ei-lo no quarto com ela a em seguida abraçá-lo por trás e lhe beijar as costas, e a lhe lamber a nuca e a orelha esquerda, e a salivantemente mordiscar-lhe o ombro. Ele então sai dela com delicadeza e, encarando-a carinhoso, diz-lhe enfim...

- Você é bem louquinha, sabia?

Agora não com a boca, mas com os olhos, novamente ela sorri.

- Sim! Sou mesmo! Por você!

Pausa. Ele lhe devolve o sorrir abucal.

- Faz tempo que a gente transa, Flávia... Mas nunca imaginei te ver tocar a minha campainha desse jeito num domingo a esta hora...

- É? Pois foi por isso mesmo eu quis fazer assim...

De soslaio ele olha para o relógio. Cinco para as onze.

- E os teus pais? Não estão em casa?

- Não! Foram à missa!

- Quê???

- É! Eles sempre vão à missa aos domingos neste horário...!

Pausa. Ele a olha bem no fundo dos olhos castanhos, com que, marota, ela continua a lhe sorrir. Ele meio que murmura...

- Não acredito nisso... Missa aos domingos...?

Ela levanta de novo a camisola. Como se agora, ele o atina, sorrisse-lhe com a vagina, provoca...

- Meninas sapecas costumam ter pais religiosos! - E, levando-lhe em seguida a mão direita à sunga sobre o pênis, enquanto com a esquerda ainda segura a camisola a exibir a ruiva vulva, diz-lhe enfim peremptória... - Vem!

Mas, sempre com delicadeza, Rodrigo segura a mão dela e a afasta...

- Desculpe, Flávia! Agora não vai dar...

Com dengo e manha, ela insiste novamente o tentando abraçar...

- Ah, meu amor... Não faz assim, vai! Você nunca deixou na mão a tua vizinha favorita...! Por quê que não vai dar?

Pausa. Ele olha para ela e pensa. Decide ser franco...

- Tá! Considerando que a gente é bem íntimo, eu vou ser sincero com você, Flávia...

- Nossa, Rô! Que jeito de falar é esse? Assim você me assusta...

- Mas eu não vou te dizer nada demais... Só vou te falar porque que agora não não vai dar...

Ela se apruma.

- Hum... E por que?

Ele se aproxima mais dela e muda um pouco o tom, como se, agora também com um quê de marotagem, propositadamente invocasse a cumplicidade que há entre eles para dizer o que dirá...

- É que eu acabei de bater uma!

- Quê???

- Isso mesmo que você ouviu! Acabei de bater uma!

- Rodrigo!!! Mas por que não me chamou se você estava assim?!?

- Ah, Flávia! Eu ia saber que você estava a acordada, e disposta a isso, num domingo a esta hora?!?

- Querido... Pra você eu sempre estou disposta!

Pausa. Ele a toca com carinho

- Você é linda, viu? E também é muito querida!

- E se a gente der um tempinho? Quem sabe daqui a pouco...

- Eu vou ter que sair daqui a pouco, Flávia... Pior que tenho um compromisso bem chato... Que tal à noite?

- Hum... À noite sou que não posso! Tenho que ir com os meus pais na minha avó...

- Ah, tá! Bom... Quem sabe amanhã, então...

Flávia pensa rápido. Decide. Anima-se.

- Já sei!

- O que?

Ela vai nele e o beija na boca. Três segundos. Depois ordena...

- Fecha os olhos!

- Fechar os olhos? Pra quê?

- Fecha!

Ele faz o que ela pede. Rápida, ela tira a camisola e a sandália que usa e se deita na cama dele com as pernas abertas, escancaradas, a vagina literalmente arreganhada na direção de Rodrigo.

- Pode abrir!

Ele abre os olhos e dá com aquilo. Exclama...

- Flávia!?!

De novo ela ordena...

- Vem!

- Mas eu não acabei de te explicar, pô?

- Tudo bem! Vem com a boca!

- Com a boca?

- É! Me chupa! Me chupa e me faz gozar! Agora!

Ele dá mais uma olhada de soslaio no relógio. Quase onze horas.

- Sua louquinha!

- Vem, Rodrigo! Chupa a minha boceta!

Gugu Keller

6 comentários:

  1. Bacana, depois com calma vô ler o numero um, tenha uma boa semana abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Vinnië!
      O primeiro capítulo está postado no dia 07/09/12! Espero que goste... Pode comentar e criticar, tá?
      GK

      Excluir
  2. Estou seguindo aqui, ok?
    Acompanharei tuas publicações desde agora.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, gostei muito deste capitulo também!
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, Rodrigo!
    Está acompanhando desde o início?
    GK

    ResponderExcluir