sábado, 18 de abril de 2015

Motivo 9

Se o comércio e o consumo de drogas fossem legalizados, além de se acabar com o tráfico e com a gigantesca profusão de violência que ao seu redor orbita, duas coisas que creio extremamente positivas a reboque dar-se-iam... Em primeiro lugar, como decerto muitas empresas de pronto se interessariam por comercializar essas substâncias tão desejadas pelo público consumidor e agora permitidas, inúmeros empregos seriam gerados, tanto no campo da produção quanto no da distribuição e venda, postos diretos e indiretos, incluindo-se aí,  por exemplo, embalagens, transporte e propaganda. Ademais, a atividade, através dos impostos que pagaria, geraria ao país uma gigantesca receita, que seria de grande valia no proporcionar de, por exemplo, campanhas esclarecedoras do perigo que a droga pode representar se utilizada de uma maneira irracional e, sobretudo, de tratamento a quem se viciar e de tanto quiser se ver livre. Seria, acima de tudo, uma verdadeira ode contra a hipocrisia, em que se abordaria a questão com o que realmente dela a respeito contribui, que são a informação e o acesso a uma ajuda digna a quem de algum modo se perde na coisa, e não essa repressão insana, injustificada e inútil, que vemos hoje em dia. Em segundo lugar, e este é um aspecto crucial de que pouco se fala, a comercialização legalizada permitiria às entidades competentes zelar pela qualidade da droga, de modo a minimizar os danos que ela causa à saúde humana. É de amplo conhecimento de todos que, da forma como a coisa se dá hoje, o tráfico altera as substâncias que põe à venda de modo a, tanto quanto possível, aumentar seu lucro, fazendo crescer as quantidades que manipula através de artifícios daquelas falsificadores, "batizando" a droga, como se diz popularmente, o que, por óbvio, a torna potencialmente muito mais prejudicial ao organismo do consumidor. Ou seja, todos os ângulos, tendo a crer, por que se pode analisar a questão, mostram que a legalização só traria vantagens, tanto para a segurança, quanto para a economia e a saúde públicas.
 
Gugu Keller

2 comentários:

  1. O fato, Gugu, é que nesse mundo louco em que vivemos tudo gira em torno do dos interesses dos poderosos. São eles que ganham sempre e dane-se todo o resto. Nesse contexto, dane-se se as populações menos favorecidas do mudo são prejudicadas, se morrem à míngua. É um mundo doente, infelizmente!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Gugu, li seus últimos postes, concordo plenamente, sabemos que a legalização, mexeria com os verdadeiros chefões das drogas, aqueles que ganham na obscuridade, aqueles donos de fazendas de gado e de contas na Suíça... Gostei das postagens anteriores, parabéns. Bj.

    ResponderExcluir