terça-feira, 26 de julho de 2016

Moto-contínuo

Em cada espelho a cada dia uma feição
Da em cada um de solitários multidão

Gugu Keller

Nenhum comentário:

Postar um comentário