sábado, 22 de agosto de 2009

Minhas músicas - "Imposto"

IMPOSTO

Dinheiro não há para a saúde
As filas contornam quarteirões
Enquanto banqueiros amiúde
Recebem ajuda de milhões
Estradas repletas de buracos
Barracos na boca do lixão
Discurso voltado para os fracos
E atos notoriamente não

Mas você tem que pagar, você tem que pagar imposto
Você tem que pagar, você tem que pagar imposto
Estado de direito, um suicídio em agosto
A bala no seu peito, você tem que pagar imposto

Dinheiro não há para a cultura
Carteiras quebradas pelo chão
País do futuro porventura
Pequenos pedaços de ilusão
Em lagos perenes de Brasília
Flutuam veleiro e jet ski
A prioridade é a família
IR, IOF e IPI

Você tem que pagar, você tem que pagar imposto
Não dá para escapar, embutido em tudo há imposto
A UTI sem leito e a merenda escolar sem gosto
Projeto do prefeito e você tem que pagar imposto

Maletas, malotes e mesadas
Alíquota, cota, cotação
Pedágios, pedalinhos, pedaladas
A lebre, o lobo e o leão

Dinheiro não há para a segurança
Polícia roubando para comer
Jeton garantindo a pajelança
E o índio queimando até morrer
O imposto sustenta o estado
A contrapartida é para você
Se o barco há muito está furado
Afunda no jogo do poder

E você tem que pagar, você tem que pagar imposto
Você tem que pagar, pagar com o suor do rosto
E, se ninguém nunca dá jeito neste nosso tamanho desgosto
Você tem que pagar, você tem que pagar imposto

Gugu Keller

Um comentário:

  1. Muito boa essa música!
    Me faz lembrar da decepção da minha mãe ao ver quanto teria que pagar de imposto!

    Chega a ser triste!

    ResponderExcluir