terça-feira, 31 de março de 2015

segunda-feira, 30 de março de 2015

Botoeira Blues

E eis que o poeta, pela da musa da blusa fresta, versa e se lambuza, na do decote do mote festa.

Gugu Keller

Verdade Gramatical

Dizendo a verdade, doa a quem doer, o certo é "a verdade, doa em quem doer".

Gugu Keller

sábado, 28 de março de 2015

sexta-feira, 27 de março de 2015

quarta-feira, 25 de março de 2015

domingo, 22 de março de 2015

sexta-feira, 20 de março de 2015

quinta-feira, 19 de março de 2015

Homofobia

No curto orbital da nossa inculta miopia, vemos como o normal o que é apenas maioria.

Gugu Keller

quarta-feira, 18 de março de 2015

segunda-feira, 16 de março de 2015

Panelaço

Por mais que muitas das críticas que se faz ao governo Dilma sejam justas e pertinentes, vi as manifestações de ontem como um espernear de pretensos democratas que, antidemocraticamente, recusam-se a acatar o que maioria decidiu nas urnas.
 
Gugu Keller

quinta-feira, 12 de março de 2015

Tudo / Nada

Um "eu te amo" é um abrirmo-nos tão louco, e, ao mesmo tempo, ainda diz tão pouco...!

Gugu Keller

quarta-feira, 11 de março de 2015

terça-feira, 10 de março de 2015

segunda-feira, 9 de março de 2015

domingo, 8 de março de 2015

Pequena Homenagem

Peço perdão pela repetição, afinal esta letra abaixo já foi postada neste blog, em dezembro de 2009. Não resisti, contudo, a novamente a transcrevê-la aqui como uma pequena homenagem ao universo feminino na data de hoje. Trata-se de uma canção, uma das três que compus para a minha mais querida. Parabéns, mulheres! Força e amor! Parabéns a ti, minha doce longínqua musa, estrela entre as estrelas!
 
AO TEU COLO COLOSTRO BLUES
 
Como é belo um peito de mulher
É o mundo e o mito
Tão singelo jeito de mulher
Como é bonito
É tão lindo um peito de mulher
 
Teus mamilos, bicos, boca e eu
E eu calado
Teu calor, teu colo me envolveu
Teus beijos, braços
Basto-me em teus peitos de mulher
 
Como é belo um peito, como é
Fêmea, formas firmes de mulher
Quero o que vier nos peitos teus
 
Eu te toco os seios, toco o céu
Mucosa e dentes
Teus volumes, ventre, um vôo ao léu
Teus lábios quentes
Línguas e saliva, leite e mel
 
Como é doce um peito, é lindo, é
Curvas, cavas, coisas de mulher
Deixa eu descansar nos peitos teus
 
Gugu Keller

sexta-feira, 6 de março de 2015

quinta-feira, 5 de março de 2015

quarta-feira, 4 de março de 2015

segunda-feira, 2 de março de 2015

Conivência Digestiva

Preferimos, para melhor nos descer a comida, fingir não saber como a rês é abatida.

Gugu Keller

domingo, 1 de março de 2015