domingo, 3 de outubro de 2010

Democracia Afinal

Convenci-me de que afinal somos, sim, como sempre fomos e provavelmente sempre seremos, uma democracia. É que atentei para o fato de que o termo "demo" tem outros sentidos além do original grego, "povo", sendo, então, como bem sabemos, por esta versão, democracia, o "poder do povo". Sim, há outros. Um deles, é verdade, obviamente não interessa, que é o "demo" das "gravações demo", no sentido de "demonstração", que fazem os músicos para enviar a gravadoras ou o que seja em busca de um contrato, de, enfim, um lugar ao sol. Este de fato aqui não faz sentido. Mas há um outro sentido de "demo", meus amigos, extremamente popular no linguajar cotidiano do nosso povo, que, parando para pensar, como uma luva encaixa-se no que afinal é decerto a nossa democracia...! Sim! Tanto que já até há muito nos acostumamos com o velho dito que reza que comemos o pão que ele amassa, não é mesmo? É isso, amigos... Eis, afinal, a nossa "diabocracia", ou melhor, desculpem, "democracia"!

Gugu Keller

Um comentário: