segunda-feira, 18 de abril de 2011

Láctea

Toda peitos, ela é o leito em que se deita
A minha lúgubre lucidez liqüefeita


Gugu Keller

3 comentários:

  1. Tranquei, querido. E imagino que você ficaria feliz se soubesse o motivo... De qualquer forma, obrigada pela torcida. Também espero estar tomando a atitude correta!
    Sua memória está perfeita, meu aniversário é no dia 24 mesmo. Mas como eu voltei para Pato Branco hoje, as meninas comemoraram com antecipação.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Gugu, não sei se é impressão minha, mas talvez você já tenha escrito algo sobre o despertador despertar a dor. Foi uma ideia que me surgiu esta noite, mas já não sei se é original. Caso não seja, avise para que eu delete o texto do blog! Não quero jamais lhe plagiar, nem por coincidência.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Falando em lucidez, hoje foi um dia que caiu um balde de lucidez na minha cabeça. Conheço a música do Guilherme Arantes, por sinal muito bonita. Beijinhos.

    ResponderExcluir