segunda-feira, 31 de outubro de 2016

domingo, 30 de outubro de 2016

Ocupações

O povo que unido jamais será vencido é sempre vencido por jamais estar unido.

Gugu Keller

sábado, 29 de outubro de 2016

Profilaxia Profícua

Dificilmente, o culto ao lucro o explica, surgirá a cura de doenças que, de modo custoso para o paciente, podem ser controladas vida afora.
 
Gugu Keller

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Liturgia

Pela arte à pele apelo a deus ater-se e atar-me ao ato ateu de aos pés da paz do altar do amar eu o ter a atear-me aos pêlos teus.

Gugu Keller

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Insular

A morte é o mar, a vida é a ilha
O amor, ilha adentro a trilha
Armadilha que trisca e que atiça
Força fatal, faísca fronteiriça
E é o passo, e é o poço, é a poça na pista
Tênue teia, tortura, treliça
É o ar
E é areia movediça

Gugu Keller

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Toda Forma de Poder 2

Imputar o fascismo a quem não lhe diz amém é da boca de um fascista só o que vem.

Gugu Keller

domingo, 23 de outubro de 2016

sábado, 22 de outubro de 2016

Manhoso

... me embica nos bicos ... ... ... ... ... ..
... ... me baba na barba ... ... ... ... ... ...
... ... ... me embosca na boca ... ... ... ..
... ... ... ... me emplaca na em papa ... .

Gugu Keller

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Mainstream

A buscarmo-nos no escuro onde, bem sabemos, nos perdemos, preferimos o auto-esconde da pseudo-luz em que nos todos vemos.
 
Gugu Keller

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Autoacolhimento

Só tem chance de sanidade quem ao menos para si próprio assume seus desejos socialmente impraticáveis.
 
Gugu Keller

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

II

Tenho aqui uma sugestão para os nossos ilustres governantes... Já que o país está precisando tanto aumentar suas receitas e que, por outro lado, vivemos um momento em que não pegaria nada bem aumentar alíquotas tributárias, somando-se ao fato de que, a menos que se o faça em relação a atos vitais como respirar, tossir, falar ou dormir, não há praticamente mais o que se tributar entre nós, a criatividade dos que legislam nesse sentido sempre alcançou o máximo do imaginável, que tal criar-se o II, o Imposto sobre o Imposto? Sim. Seria um imposto cobrado sobre o ato de se pagar imposto. Em outras palavras, usando um termo mais técnico, mais jurídico, o próprio pagamento de impostos, quaisquer deles, seria o fato gerador deste novo imposto. Assim, todo mundo que paga imposto, ou seja, todo mundo, teria que pagar também esse novo imposto, que seria cobrado sobre o ato do pagamento do primeiro imposto, qualquer imposto. Se pagou imposto, deve imposto. Não seria interessante? Vá lá que poderia surgir alguma confusão no sentido de se definir se o II incidiria também sobre o pagamento dele próprio, II, o que, de fácil conclusão é, geraria um efeito cascata que jamais teria fim, o que, por óbvio, por outro lado, seria, também, não se discute, de extremo interesse do país, que se tornaria, assim, como, aliás, bem sabemos, é afinal da sua natureza, um credor tributário a que jamais se poderia satisfazer, pois sempre haveria o II do II do II do II do II..., o que, igualmente bem sabemos, reverteria de pronto em investimentos em todas as áreas de que a população necessita, como, do mesmo modo, é da natureza do nosso estado sem demora efetivar, além de, é claro, tirar-nos rapidamente desta crise terrível em que nos encontramos. A única coisa que escaparia ao II, é de por fim se registrar, seria a sonegação de impostos, já que, como ao se sonegar impostos impostos não se paga, não se daria, assim, lógico é, o fato gerador. Mas este é um pequeno detalhe que pouco importa. Estou certo de que o II, Imposto sobre o Imposto, além de garantir auspiciosas receitas para o Brasil, seria um tributo com a sua cara, não acham? Um imposto genuinamente brasileiro, notícia não tenho de que haja em outro lugar, e, acima de tudo, com a cara do Brasil!
 
Gugu Keller     

domingo, 16 de outubro de 2016

The One

O a quem do querer é só projeção do "autocadê?" de um num nó coração.

Gugu Keller

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Body Explorers

A entretermo-nos entramo-nos em tal extremo que, por mais que extênua, estreita ou tênue, ou mesmo em trama de extremada gama, nenhuma entranha, nenhuma entrância, nenhuma trilha, trinca ou trança nos é em qualquer traço estranha.

Gugu Keller

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O Preço do Medo

Nada paga inteiro o resgate de quem num corpo-cativeiro é auto-refém.

Gugu Keller

terça-feira, 11 de outubro de 2016

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Bah, Guria

E, deste barco bárbaro em que te abarco a Baco o bom de bar em bar, em meu barato eu brado o teu que abrasa báratro âmbar me abraçar.
 
Gugu Keller

domingo, 9 de outubro de 2016

"V"

À esfrega em que à íntima prega me pregas apego-me e prego-me em íntegra entrega.

Gugu Keller

sábado, 8 de outubro de 2016

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Cradle > Grave

Viver é um expresso e estrepto escaldar na escalada de um escasso e epitáfico excesso de nada.

Gugu Keller

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

terça-feira, 4 de outubro de 2016

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

domingo, 2 de outubro de 2016

Prescrição Próxima

Não houve massacre, mas legítima defesa. Tampouco, assim, impunidade, mas a mais lídima justiça com clareza.

Gugu Keller