quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A Mais Lídima

Se, como diz a célebre frase, "a justiça tarda mas não falha", então tardar não é uma falha? O que pensarão a respeito, por exemplo, os milhares de idosos que têm seus direitos previdenciários negados pelo estado e que, ao buscá-los no judiciário, vêem suas demandas levarem dez, quinze anos, fazendo com que boa parte deles morram antes de obter qualquer resultado?


Gugu Keller

Nenhum comentário:

Postar um comentário