terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Minhas Músicas - "Sambí"

Jamais pensei em compor um samba. Tanto que, no caso deste, o único que já compus, só percebi tratar-se de um depois que estava pronto. Mas gosto dele. É o tipo de samba que me agrada, daqueles para se cantar baixinho só com voz e violão. Ademais, como gosto de escrever coisas com diferentes tipos de "eu lírico", neste eu incorporei um bissexual, e daí título. Provavelmente jamais componha outro samba, a não ser, é claro, que novamente o faça sem querer...

SAMBÍ

Outro dia eu acordei
Cansado desta hipocrisia
Olhei no espelho e perguntei
De quem era aquela cara que eu via
Outro dia eu parei
E já sei que não há mais sentido
Se amiúde eu o neguei
Saúde é tudo enfim ser dito
Eu acordei, afinal entendi
E, entendido, sou grato de coração
Que ter os dois traz-me inteiro o aqui
Eu acordei, cansei de dizer que não

Outro dia eu acordei
Cansado de ficar calado
O tanto quanto eu me calei
Foi num pranto um nem estar acordado
De sol e lua a sorte grande eu vi
Marte/Urano, natal conjunção calor
Não só meninos ou meninas, mas bi
E assim eis aqui ao dois esta unção de amor

Outro dia eu acordei
E gritei, já não mais fico mudo
Para o eu mesmo eu me mudei
Já não isso ou aquilo, o tudo
Eu acordei fio gilete amolar
Meus ambos gumes certeiros, tanta paixão
Dualidade, plenitude de amar
Eu acordei, cansei de me dizer não

Gugu Keller 

Nenhum comentário:

Postar um comentário